Equidade, muito mais do que igualdade!

24/05/2020

Fabiana Leme de Oliveira

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Vamos imaginar a sala de aula, sua diversidade, muitas identidades e suas histórias. Cada um com suas habilidades, com suas dificuldades. Será que só garantir a igualdade seria suficiente?

Em termos de igualdade, todos receberiam os mesmos materiais, teriam o mesmo tempo de estudo e receberiam igualmente o mesmo apoio escolar.

Podemos compreender a igualdade como a "ausência de diferença", sim temos aqui um sentido de paridade. Mas quando falamos de igualdade de condições de acesso e permanência na escola com qualidade de ensino, "diluir" as diferenças e a diversidade oferecendo apenas oportunidades iguais pode mascarar uma forma de exclusão;

Quando lutamos por igualdade dentro das diferenças estamos querendo dizer que pessoas diferentes apresentam necessidades diferentes e tem o direito a terem, suas diferenças, reconhecidas igualmente.

Foto: Libras
Foto: Libras

Quando falamos de equidade, o conceito fundamental é o de justiça, de igualdade de condições de acesso e não somente igualdade de recursos.

A equidade se aproxima do conceito de acessibilidade. E quando falamos de acessibilidade precisamos lembrar da acessibilidade física, mas também da acessibilidade atitudinal, de conteúdos e de materiais didáticos.

Foto: página de livro ampliado e em Braille
Foto: página de livro ampliado e em Braille

Devemos estruturar nossa prática sempre refletindo sobre quais serão as necessidades individuais do estudante dentro das situações de aprendizagem:

  • Flexibilização temporal;
  • Material didático acessível;
  • Mediação da aprendizagem;
  • Atendimento de contra turno com Professor Especializado;
  • Individualização dos objetivos de ensino
  • Diversificação das estratégias de ensino;
Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

Tecnologia Assistivas:

  • De apoio à mobilidade;
  • Para comunicação alternativa;
  • Auxílio em atividades diárias;
  • Que auxiliam as atividades escolares;

Já conheceu? 

Manual para garantir inclusão e equidade na educação - UNESCO

Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

"Incluir todos os estudantes e garantir que cada indivíduo tenha uma oportunidade igual e personalizada para o progresso da educação ainda é um desafio em quase todos os países. Apesar do louvável progresso alcançado nas duas últimas décadas para expandir o acesso à educação básica, esforços adicionais são necessários para minimizar barreiras à aprendizagem e garantir que todos os estudantes em escolas e outros setores da educação possam usufruir genuinamente de um ambiente inclusivo. A agenda de 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, cujo objetivo é não deixar ninguém para trás, fornece uma oportunidade única de construir sociedades mais inclusivas e equitativas. Isso deveria começar com sistemas de educação inclusivos.

Conheça o Manual na íntegra no site da UNESCO, clique aqui.


Você sabia que aqui na Inclutopia a orientação é tão importante quanto a informação?

Por isso temos um contato bem próximo de professores, familiares e interessados através do WhatsApp.

Inscreva-se! Aqui


Conheça nossos cursos Via WhatsApp