Calendário: Estimulando a linguagem de crianças com Deficiência ou Autismo #emcasa

21/05/2021

Profª Adriana Rocha

Imagem de calendário
Imagem de calendário

O calendário é um excelente recurso para estimular a linguagem de crianças com Deficiência ou com Autismo que precisam organizar sua rotina e ampliar seu vocabulário.

O calendário um marcador social da passagem e organização do tempo e é importante que nossas crianças desde pequenas utilizem esse recurso,  de acordo com a sua condição, com a intenção de: 

  • favorecer a compreensão de sua rotina; 
  • de antecipar atividades corriqueiras ou eventuais; 
  • de registrar imprevistos para posterior conversa e análise do que ocorreu.

Por onde começar?

Nossa proposta é que essa ação se dê através de registros, sejam eles a partir de semana, quinzena (duas semanas), mês ou ano.

Essa definição vai depender da condição de compreensão de sua criança.

Vamos usar aqui como modelo um registro bem inicial com a semana.

Com o calendário fixado em local visível, podemos fazer alguns questionamentos e registrar os eventos:

  • Quais são os dias em que estamos todos aqui em casa o dia inteirinho (marcação dos finais de semana ou dos dias de folga para os casos de trabalho em turno);
  • Qual o dia que você tem terapia? (para os casos em que há esse evento);
  • Teremos algo de diferente essa semana? 
  • Registre: aniversário de um familiar ou de alguém próximo, importante para a criança;
  • Uma consulta médica;
  • Passeio (quando isso for possível);
  • A recepção ou realização de uma visita (quando isso for possível);
  • O preparo de uma receita que a criança goste;
  • Enfim, eventos significativos para o contexto da criança.

Conheça nossos Cursos:

Orientações Importantes

É importante que esse calendário fique em local visível para todos da casa, afixado numa altura que a criança visualize com facilidade, na porta da geladeira por exemplo, para que possa ser consultado a todo momento que houver necessidade e para o registro (sempre com a participação da criança).

  1. Reserve sempre 5 minutos do seu dia para sentar com a criança diante do calendário, retome o que está marcado no calendário, calculem juntos quantos dias faltam para algum dos eventos (escolha sempre o mais importante para a criança).
  2. Anote fatos inesperados, como: " - Soube hoje que a Tia Ana virá nos visitar na sexta-feira", chame a criança, mostre o dia em que estão, faça uma marcação no dia da visita da Tia Ana.
  3. Combine com sua criança as cores que serão utilizadas para identificação dos eventos.
  4. No início dessa prática sugerimos que sejam utilizados apenas o registro de 2 (dois) eventos, por exemplo, os dias de folga e os dias de algum evento médico/clínico e, conforme a criança for se apropriando, vá introduzindo outros eventos e ampliando o período de marcação para duas semanas, um mês, ano. Vai depender da evolução da compreensão.

Lembro que com meus filhos contávamos quantas "dormidas" faltavam para chegar um dia esperado, de algum evento especial para eles, usávamos esse termo para o sono noturno.

E se eu não puder imprimir?

É possível se construir com papel e caneta ou ainda utilizar aquelas "folhinhas" distribuídas pelos comerciantes no final ou no início de cada ano.

Você vai precisar de:
- Papel;
- Tesoura;
- Cola;
- Régua;
- Calendário do ano;


Risque 7 colunas com os dias da semana e recorte os dias colando um em cada coluna.

Recorte o nome do Mês e do Ano. Cole acima para identificar.

Escolha as cores para a legenda dos eventos. 

Mostre o calendário para criança e pintem cada dia de acordo com o evento;

Sinalize as datas importantes, aniversários, passeios e visitas;


Profª Adriana Rocha Machado

Pedagoga com Habilitação em Deficiência Intelectual e Visual



Aproveite e veja esse Tutorial de como fazer um calendário no Canva:

O que achou do uso do calendário? Conte aqui nos comentários!