O vínculo na adaptação de alunos com deficiência ou autismo

Fabiana Leme de Oliveira 

Dificuldades que o aluno siga suas comandas? Um dos fatores que mais impactam a adaptação de alunos com deficiência ou com transtorno do espectro autista na escola é o estabelecimento de vínculos.

O vínculo traz segurança, estabilidade, estruturação de linguagem e comportamento favorecendo a aprendizagem. Veja algumas orientações que podem auxiliar nesta fase muito importante:

Quando o aluno ainda não tem linguagem, use o apoio visual como forma de ampliar a comunicação. Confeccione plaquinhas com o nome do aluno e sua foto, uma com a sua foto e seu nome e de todas as pessoas que convivem diretamente com ele;

No início quando você quer estabelecer um vínculo, escolha atividades de baixa complexidade e que não apresentem um conflito maior em sua execução. Neste momento onde você estará realizando com seu aluno, com sua aluna um jogo de encaixe, uma pintura, uma modelagem com massinha observe: quais são as expressões que o aluno faz quando está contrariando? Como me comunica que está satisfeito? 

Permita que seu aluno, sua aluna se acostume com você. Ele precisa reconhecer seu tom de voz, a velocidade habitual de sua fala, o jeito como você realiza as comandas

Estas orientações auxiliaram você de alguma forma? Você tem alguma dúvida ou sugestão de temas? Aproveite e escreva aqui nos comentários.
Compartilhe essa informação com mais pessoas, vamos ajudar a educação de nossos alunos, ser cada dia mais inclusiva.