Sala de Recursos à distância?

"O esperado nos mantém fortes, firmes e em pé.

 O inesperado nos torna frágeis e propõe recomeços."

Machado de Assis

Fabiana Leme de Oliveira

Foto: 2 bonecos de papel um na tela do notebook outro fora tentando dar das mãos
Foto: 2 bonecos de papel um na tela do notebook outro fora tentando dar das mãos

Com a suspensão das aulas em todo país, muitas medidas foram tomadas para minimizar os impactos no ano letivo de todos os estudantes.

E os alunos com deficiência ou com autismo nesse contexto? 

O atendimento de contraturno (Sala de recursos ou AEE) é considerado complementar pela legislação, por isso não está vinculado a dias letivos ou obrigatoriedade.

Mas o fato de não ser obrigatório não significa que não seja importante.

É possível pensar em propostas para minimizar todo esse tempo de afastamento?

Nesse momento de recomeço e reflexão vamos pensar em algumas questões importantes para realizar o planejamento de atividades não presenciais.

Ações educativas com a família

Um grande desafio real são as condições da família (financeira, intelectual e de comprometimento) e é preciso considerar esses fatores no seu planejamento. 

Quais são as formas de acesso à informação que esse aluno terá? Internet, celular, computadores visto que o contato direto hoje é contraindicado.

Quais são os apoios que a família precisa ter para realizar as atividades que são encaminhadas?

Sim, é preciso pensar em ações educativas com a família, esclarecendo como fazer uma mediação, quais são os objetivos de cada, como e quando realizar as atividades. 

Cuidado coma linguagem! Tudo precisa ser de forma simples e seguindo um passo a passo inicial afinal muitos pais estarão aprendendo junto com seus filhos.

Selecionando as atividades

Foto: Cesto de vime e ao lado diferentes tampinhas coloridas
Foto: Cesto de vime e ao lado diferentes tampinhas coloridas

Nesse momento a criatividade do professor precisa ampliar a seleção das atividades de forma que seja possível que os alunos realizem as atividades com recursos simples e do dia a dia. 

Para isso conhecer a realidade de cada um é fundamental.

Muito além do que selecionar diferentes atividades e montar uma apostila o professor pode sugerir atividades de memória ou de pareamento com objetos da casa, por exemplo.

Auxilie a família na estruturação uma rotina

Foto: Relógio perto da criança com atividade
Foto: Relógio perto da criança com atividade

Outra questão importante é sugerir formas de rotinas que auxiliem à família a valorizar o momento da atividade junto com a criança, que é necessário dedicar-se em conjunto à essa atividade, observando e mediando a aprendizagem.

Criar e manter as rotinas facilita a adaptação à nova realidade e diminui a agitação ou ansiedade, características em períodos de mudança.

Registro e organização 

Outra orientação é sobre o registro do que foi realizado. Oriente os familiares a manterem as atividades organizadas, com os dias em que foram realizadas. 

Se os familiares forem alfabetizados podem escrever uma observação no rodapé da folha, sobre como a criança realizou a atividade, se foi sozinha ou se precisou de ajuda por exemplo. 

Se tiverem problemas com a escrita podem tirar uma foto ou realizar um pequeno vídeo.

Evite os exageros

Evite sobrecarregar a família com excesso de atividades, lembre-se que os familiares talvez possam estar trabalhando fora, que a criança têm as atividades regulares da escola.

Oriente também os familiares a sinalizar os dias de descanso e lazer mesmo nesse período em casa.


Essas são algumas reflexões sobre uma situação que não temos um trajeto pré definido. Isso não foi previsto, regulamentado ou experimentado. Vamos aos poucos redescobrindo nossa prática e ampliando nosso conhecimento para oferecer uma atendimento cada vez melhor para nossos alunos.

Aos familiares que necessitam de apoio e orientação nesse momento participe também do nosso INCLuzap, dicas e orientações direto no seu celular. 


Fabiana Leme
Fabiana Leme

Conheça também o INCLUzap, o WhatsApp da Inclutopia com muito conteúdo e informação, toda terça e sexta-feira.

Totalmente gratuito!

Mande uma mensagem para (11) 95956-5945, te espero lá!